5 dicas para referenciar fontes de autoria governamental

pag19-1-brasil

Oieeerr! Tudo tranquilo? Como anda a escrita de sua monografia?

O post de hoje talvez possa ajudar você a sanar uma dúvida muito comum pra quem precisa referenciar fontes de autoria governamental. {Aquela dúvida se vai o “BRASIL” na entrada da referência vai acabar!! hehehe}. Se você for normalizar pela ABNT, preste atenção a estas cinco preciosas dicas…  

1 Sempre se guie pelos dados de autoria que estão explícitos no documento, caso não tenha tanta informação faça uma pesquisa sobre a origem do documento pra saber mais informações que possam compor a referência

2 Separe os autores por ponto, o uso do ponto e vírgula é para autores pessoais.

Apenas o primeiro autor deve vir em caixa alta. Exemplo: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde.

4 Quando a autoria tem uma denominação genérica, é necessário preceder o nome do órgão superior a ela ou pelo nome da jurisdição geográfica. Tipo: se o documento é de autoria da Secretaria de Justiça de São Paulo, a entrada ficará: SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Justiça. Título…

5 Se o autor governamental tem um nome que o identifica, deve-se usar tal nome. Exemplo: INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA. Título…

Fácil, né? O mais difícil, talvez, é achar a autoria na própria fonte… é cada fonte que a gente encontra, viu?! Aaafff!! Mas se tiver dúvida, grita nos comentários! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s