Conheça uma fonte de informação em Biociências

bioline internationalAlô, pessoal das ciências biológicas, agrárias, da saúde e demais áreas adjacentes, vocês conhecem a Bioline International?

Se não conhece, fiquem por aqui que este post é pra vocês… 😉 Continuar lendo

Anúncios

Conheça a mais nova BVS temática da Bireme

tenor1
Genteeeee, tudo na santa paz?

O post de hoje é pra divulgar uma novidade muito útil. Se você viu o twitter da Bireme semana passada já deve saber do que estou falando… Continuar lendo

Conheça um portal de pesquisa sobre história, cultura e personalidades

Alô, alô querid@! O post de hoje vai te apresentar uma ferramenta de pesquisa muito, mas muito legal… que pouca gente {ainda} conhece e que indico pra tudo que é gente, principalmente para estudantes e professores de nível fundamental e médio, e pros curiosos que gostam de saber mais sobre história e cultura brasileira. É este portal aí, ó:  Continuar lendo

Saiba como acessar uma das maiores fontes de informação em Engenharia

gcse-engineering-cover-563x317

Olá! Tudo bem? O assunto da sua monografia está no âmbito das engenharias ou das ciências exatas? Se sim, continue aqui que vou te indicar uma das mais amplas e completas fontes de informação {com milhões de referências} nas áreas…

Continuar lendo

O que vi no I Fórum Nacional de Repositórios Digitais

CriatuUuURaAAaaa da natureza! Nos últimos minutos da semana estou eu aqui trazendo novidades pra vocêêe… não quero {de jeito nenhum} deixar de te dar um hi nenhuma semaninha sequer! ❤ hehehe

Estou atrasada por muitos motivos {tempo é artigo de luxo!}, e um deles foi tão massa que preciso compartilhar {bem ligeiro}: semana passada estive no I Fórum Nacional de Repositórios Digitais, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), lá em Natal {já falei um pouco aqui sobre o que é um repositório}. Estalei o juízo pra ir pq estou num processo de implantação do repositório do IMIP e estava muito “verdinha” quanto ao entendimento de tal processo… e num momento desse é imprescindível correr atrás dos experts, né? 😉

Bem, foram 3 dias de evento. O primeiro foi de mini cursos, e fiz dois: o DSpace CRIS, com o Lucas, de lá do Ibict {esqueci o sobrenome do rapaz! =P}, e o outro foi Arquitetura da informação pervasiva no contexto dos repositórios digitais, com o prof. Henry Poncio, de lá da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ambos foram temas excelentes, o primeiro foi a apresentação de “dois softwares em um” que propõe organizar num lugar só a produção científica e as informações sobre os pesquisadores {e pesquisas} e grupos de pesquisa, associando-os; já o segundo… bem, não vou explicar nada pra não me alongar, só digo uma coisa: leia este tese aqui.

No mesmo dia, houve uma palestra de abertura {à noite, já acabada de cansada mas firme e forte} com o prof. Luís Fernando Sayão, onde ele abordou este tema aí:

curadoria-de-dados-repositorios-digitais
Foto roubada daqui. =P

Foi ótima! Pude ver o quanto eu ainda não tinha noção do que tá rolando neste ambiente de repositórios: os caras estão organizando em repositórios dados de pesquisa, que podem dar subsídios para que outras pessoas possam desenvolver pesquisas diferentes {com os mesmos dados!}. #digaí!

Pronto.. os outros dois dias foram bastante intensos também. O evento contemplou 4 eixos temáticos que considerei como os pilares da existência de um repositório:

repositorios-digitais-forum-nacional

Todos os palestrantes de cada eixo deram contribuições excelentes {sem exceção} e fundamentais, ajudando a clarear muitas de minhas dúvidas e… a criar outras {kkkkkkkk}. Voltei com o juízo fervilhando de novidades pra aplicar no trabalho.

Naturalmente, não dá pra escrever aqui em detalhes tudo o que vi por lá, passaria o resto do dia escrevendo… {hehehe}. Com essas iBagens aí de baixo dá pra saber mais um bocadinho do que vi no evento… {Fui com minha companheira para assuntos “repositorianos”, Susi Vila Nova. E ela me apresentou um pessoal MARA por lá.. foi ótchimo!  <3}.

Ahhh… E o espaço dos comentários está super aberto pra trocarmos ideia sobre o tema, o que eu não souber pedirei ajuda aos universitários. 😉