Tenha em mãos um dos documentos mais importantes da história da Física

Oi! Você ficou sabendo que o astrofísico mais popular da atualidade autorizou disponibilizar – GRATUITAMENTE – sua tese em formato completo?

hawking_with_newtons_copy_of_principia_mathematica-_please_credit_graham_copekoga

Owwwnnnnn…. super vou com a cara dele, gente! Já li dois livros dele {para leigos, claro!} e vi o filme com o {também MARA que amo de paixão!!} Eddie Redmayne… ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤

Ok….. Parei de jogar confetes… hehehe. O que rolou {resumidamente} foi o seguinte… Continuar lendo

Anúncios

Conheça a mais nova fonte de informação sobre juventude

Oi! Você soube que na semana passada a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnolobia (Ibict) lançaram a Biblioteca Digital de Juventude? Não?! Criaturaaa, pois lê este post que vou te dizer do que se trata…

bdj

Continuar lendo

6 motivos para você conhecer a Duke University Press

duke-university-infonormas

Olá! Hoje vou te apresentar a base Duke University Press, uma fonte de informação da Duke University, situada na Carolina do Norte (EUA), que você não pode dispensar quando estiver em busca do seu referencial teórico. E vou te dar 6 motivos pra isso: Continuar lendo

Conheça uma das fontes de informação em saúde mais valiosas do país

Oier! Tudo tranquilo? Hoje eu quero te apresentar uma fonte que você não pode descartar se estiver pesquisando em saúde: o repositório Arca.

arca_img_interna_baixa_3

Trata-se da plataforma institucional que reúne e disponibiliza gratuitamente toda a produção científica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) {até hoje foram indexados mais de 13k documentos}. Lá você pode encontrar: anais de congressos, artigos, livros, dissertações, teses, relatórios, patentes, monografias… e mais um bocado de tipo documental que pode te dar informação científica de qualidade (lembre se sempre ser crítico) para compor o seu trabalho.

Só pra contextualizar um pouquinho… o Arca existe desde 2007, e as estatísticas de downloads dele mostram mais 500k apenas em 2016. As coleções nele estão dividas por comunidade, que são os “institutos” Fiocruz espalhados pelo Brasil. Mas vamos ao que te interessa mesmo, que é a pesquisa… Continuar lendo

O que vi no I Fórum Nacional de Repositórios Digitais

CriatuUuURaAAaaa da natureza! Nos últimos minutos da semana estou eu aqui trazendo novidades pra vocêêe… não quero {de jeito nenhum} deixar de te dar um hi nenhuma semaninha sequer! ❤ hehehe

Estou atrasada por muitos motivos {tempo é artigo de luxo!}, e um deles foi tão massa que preciso compartilhar {bem ligeiro}: semana passada estive no I Fórum Nacional de Repositórios Digitais, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), lá em Natal {já falei um pouco aqui sobre o que é um repositório}. Estalei o juízo pra ir pq estou num processo de implantação do repositório do IMIP e estava muito “verdinha” quanto ao entendimento de tal processo… e num momento desse é imprescindível correr atrás dos experts, né? 😉

Bem, foram 3 dias de evento. O primeiro foi de mini cursos, e fiz dois: o DSpace CRIS, com o Lucas, de lá do Ibict {esqueci o sobrenome do rapaz! =P}, e o outro foi Arquitetura da informação pervasiva no contexto dos repositórios digitais, com o prof. Henry Poncio, de lá da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ambos foram temas excelentes, o primeiro foi a apresentação de “dois softwares em um” que propõe organizar num lugar só a produção científica e as informações sobre os pesquisadores {e pesquisas} e grupos de pesquisa, associando-os; já o segundo… bem, não vou explicar nada pra não me alongar, só digo uma coisa: leia este tese aqui.

No mesmo dia, houve uma palestra de abertura {à noite, já acabada de cansada mas firme e forte} com o prof. Luís Fernando Sayão, onde ele abordou este tema aí:

curadoria-de-dados-repositorios-digitais
Foto roubada daqui. =P

Foi ótima! Pude ver o quanto eu ainda não tinha noção do que tá rolando neste ambiente de repositórios: os caras estão organizando em repositórios dados de pesquisa, que podem dar subsídios para que outras pessoas possam desenvolver pesquisas diferentes {com os mesmos dados!}. #digaí!

Pronto.. os outros dois dias foram bastante intensos também. O evento contemplou 4 eixos temáticos que considerei como os pilares da existência de um repositório:

repositorios-digitais-forum-nacional

Todos os palestrantes de cada eixo deram contribuições excelentes {sem exceção} e fundamentais, ajudando a clarear muitas de minhas dúvidas e… a criar outras {kkkkkkkk}. Voltei com o juízo fervilhando de novidades pra aplicar no trabalho.

Naturalmente, não dá pra escrever aqui em detalhes tudo o que vi por lá, passaria o resto do dia escrevendo… {hehehe}. Com essas iBagens aí de baixo dá pra saber mais um bocadinho do que vi no evento… {Fui com minha companheira para assuntos “repositorianos”, Susi Vila Nova. E ela me apresentou um pessoal MARA por lá.. foi ótchimo!  <3}.

Ahhh… E o espaço dos comentários está super aberto pra trocarmos ideia sobre o tema, o que eu não souber pedirei ajuda aos universitários. 😉